Publishers mantêm o combate à pirataria no DS

Por: sergio sampa
Goldeneye 007 | Call of Duty: Black Ops | 15/12/2010 11:07:48 0 / 0

O Nintendo DS é o portátil mais vendido de todos os tempos. Mas o lucro que ele poderia gerar seria bem maior se não existissem os flashcards que possibilitam rodar vários jogos num único cartucho que armazena os dados num cartão de memória.

Mas a Nintendo e até mesmo as publishers fazem o que podem para não permitir que seus jogos rodem nos flashcards. Veja as mais recentes investidas dessas empresas contra a pirataria!

"MICHAEL JACKSON: THE EXPERIENCE"

Esse é o caso mais conhecido atualmente, talvez pela ousadia da Ubisoft. Digamos que, ao rodar a versão pirata do jogo, tudo corre bem, até que a música começa e os botões a serem clicados na tela não aparecem! E, para piorar, no lugar da voz do rei do pop, ouvimos as queridas e irritantes vuvuzelas que tanto fizeram nossos tímpanos sangrarem na última Copa do Mundo! Isso deve ter irritado profundamente os fãs do astro que são adeptos da pirataria no DS. Mas, cá entre nós, fã que é fã mesmo, compra o original. A Ubisoft não demonstrou compaixão com os pirateiros. E agora, hein? Who's bad?

"GOLDENEYE 007"


O FPS mais conhecido do Nintendo 64 ressurgiu este ano de duas formas: no remake para Wii, que trouxe uma jogabilidade mais atual ao game e gráficos quase atuais, e uma versão adaptada para o Nintendo DS. Essa versão de DS foi desenvolvida pela N Space, a mesma responsável pelos "Call of Duty" do console. E eles conseguiram criar uma jogabilidade muito boa para esses FPSs no Nintendo DS, então, utilizaram essa experiência para fazer "Goldeneye". O jogo é bom, os controles respondem bem, mas na versão pirata... é uma bela tranqueira! Digamos que é impossível de se acertar um alvo se você não estiver usando a mira mais próxima. Se você tentar mirar normalmente, sem zoom, os tiros não acertam os inimigos, mesmo que sejam tiros à queima-roupa! E também, o jogo não salva! Na minha opinião, os inimigos na versão pirata se movem na velocidade da luz e desviam das balas!

"MARIO&LUIGI: BOWSER'S INSIDE STORY"

Esse jogo é muito bom! Indicado para quem nunca jogou um RPG e para os fãs do Mario. A história é divertida do começo ao fim, e continua a saga "Mario&Luigi", iniciada no Gameboy Advance. Mas, para aproveitar o jogo, você deve comprar o original, pois sua versão pirata simplesmente NÃO funciona! Em NENHUM tipo de Flashcard. Esse é o jogo que está fritando a cabeça dos hackers e até hoje não foi desbloqueado. E a Nintendo é a responsável por tirar as noites de sono dos criadores de flashcard.

Finalizando

Para terminar, deixo esta pergunta: Ainda vale a pena piratear?

BETA
Comente pelo facebook
Clique aqui para comentar pelo sistema do gameLib
Leia também
Call of Duty: Black Ops | Nintendo DS | PC | Playstation 3 | Wii | Xbox 360 | 24/04/2012 11:03:43 1 / 0
Por: osdebones
Call of Duty: Black Ops | Xbox 360 | 04/10/2011 12:19:44 1 / 1
Ficha técnica
Gênero:
FPS
Lançamento:
09/11/2010
Desenvolvedor:
Treyarch
Distribuidor:
Activision
Plataforma(s):
360DSWiiPS3PC
Call of Duty: Black Ops tem os jogadores dentro do início da Guerra Fria (incluindo o Vietnã) como membros da unidade de operações dos EUA conhecida como SOG.
n/d
8.5
Estamos no Facebook