[Exclusivo] Entrevista com Roger do Ultraje a Rigor

Enviado por: Redação gameLib
15/08/2011 18:45:30 8 / 1

Antes de qualquer coisa, obrigado por esta entrevista para o gameLib. Gostaríamos de dizer o quanto é bom saber que um ídolo do rock nacional também é um fã de games como nós.

gameLib - No clipe de "O Monstro de Duas Cabeças" você já se transformou no Ultraman, e no de "Me Dá Um Olá" a banda inteira virou desenho animado. Seria isso influência dos games ou apenas piração da banda?

Roger - Na verdade, raramente temos a ver com o que acontece nos clipes. É sempre o diretor que faz o que lhe dá na telha.

gameLib - Como músico e fã de games, o que você acha dessas novas bandas que tocam músicas de games, ou incorporam sons dos antigos games em suas músicas?

Roger - Acho legal. Se houvessem games em nosso tempo, teríamos feito o mesmo. Incluíamos temas de seriados e desenhos animados.



gameLib - E sobre os já batidos jogos musicais, você acha que esse tipo de game acrescenta alguma coisa para essa molecada?

Roger - Bom, pode despertar interesse, além de apresentar artistas que nem sempre o cara conhece. Mas não serve como treino para um instrumento de verdade.

gameLib - Voltando um pouco no tempo, nós sabemos que foi uma lenda no modo on-line de Quake, você acha que seus fãs têm ideia disso? Você era reconhecido durante as partidas? E qual foi o motivo de largar a jogatina?

Roger - Hehehe, semilenda...  Alguns sabiam, acabavam descobrindo. Eu era o Jaranahara. Parei de jogar porque os servidores acabaram, ou migraram e eu perdi o interesse. Além disso, era injusto. Tinha sempre alguém com uma conexão "milagrosa" que desanimava os esforçados como eu...



gameLib - Qual sua opinião sobre os jogos on-line hoje, os MMORPGs se tornam jogos eternos e muitos jovens acabam passando dias e mais dias neles. Você pensa que o aspecto social desses jogos é responsável por todo esse tempo gasto, ou simplesmente os jovens hoje vêm perdendo a vontade e a oportunidade de se relacionarem no mundo real?

Roger - Um pouco de cada. O mundo está mais hostil e os games mais maravilhosos. Eu também virei muitas noites jogando, mas já era um adulto, ciente do prejuízo.

gameLib - Já que estamos falando dos jogos atuais, o que você pensa sobre os jogos de guerra cada vez mais reais e violentos? Isso pode realmente criar jovens mais violentos? E o próprio realismo seria um problema, uma vez que banaliza as guerras e as imagens do mundo real?

Roger - Não vejo nenhum problema. Adeptos de teorias de conspiração acham até que é assim que se treinam os futuros soldados, ou bandidos, mas jogo é uma coisa, realidade é outra. Eu brincava com revólveres de espoleta e até com espingardinhas de pressão, mas não virei uma pessoa violenta. Quanto ao realismo banalizar a violência, nada mais real do que assistir a guerras e violência de verdade nos noticiários...



gameLib - Para fechar, o que você pensa das novas tecnologias que nos deixam 24 horas por dia conectados? Sabemos que o Ultraje a Rigor lançou um aplicativo para iPhone no começo do ano, você é ligado nessas novas tecnologias? Costuma usá-las para games ou mesmo na música?
 
Roger - Sou fascinado por tecnologia, desde sempre. Meu primeiro computador foi um expert msx. Frequentei BBS com modem de 2.400. Tive Palms, celulares e todo o tipo de gadgets; tentava conectar uns aos outros para acessar a internet. Acho sensacional você poder ter acesso a praticamente todo o conhecimento do mundo a qualquer hora e em qualquer lugar. É uma pena que nem todo o mundo perceba isso e use a internet apenas para futilidades. Nada contra a futilidade, mas o potencial é muito maior e muito mal aproveitado. Uso a tecnologia para a música também desde que conheci um ProTools e, até antes, tive um sequenciador que funcionava com disquete.

gameLib - Obrigado pela entrevista, muitos games e sucesso para você.

BETA
Comente pelo facebook
Último está em cima - alterar?
O que já falaram
0 / 0
IV em 07/10/2011 22:53
reflexo estranho!
O.o
kkkkkkk
0 / 0
Lions em 21/08/2011 22:38
ótimo :)
0 / 0
LionHeart em 17/08/2011 10:28
Mto bom, eu não sabia q o cara jogava tbm... ^_^
0 / 0
Ash Gabriel em 17/08/2011 09:55
lol
0 / 0
Renato12 em 16/08/2011 14:40
E,o reflexo ta estranho mesmo...
0 / 0
Édi_rpg em 16/08/2011 12:18
xupisco disse:
edi_rpg disse:
Quem que entrevistou o Roger?!
E editou o post?!

Concordo em aspectos e outros não, mas sobre os games de guerra e etc. Tenho que concordar, mesmo eu não gostando. Só que nem todo mundo consegue fazer esta diferença entre realidade e ficção.

A entrevista foi pela internet, pq?
Não só perguntei, credo todo mundo veio com 10 pedras em cada mão. É que só fiquei curioso, por isto perguntei. É que é meio estranho ler, sem saber quem perguntou.
0 / 0
Gamer em 15/08/2011 23:34
Alguém mais notou que o reflexo dele no espelho ta estranho? =S
0 / 0
Gamer em 15/08/2011 23:33
Gostei da entrevista. Esse carinha é maneiro =D Graaaaaaaaande Roger! \o/ (Steve Rogers lol! xD) Concordo com ele ^_^
0 / 0
Brux em 15/08/2011 23:16
edi_rpg disse:
Quem que entrevistou o Roger?!
E editou o post?!

Concordo em aspectos e outros não, mas sobre os games de guerra e etc. Tenho que concordar, mesmo eu não gostando. Só que nem todo mundo consegue fazer esta diferença entre realidade e ficção.
É uma equipe caro "edi" ... reclama logo vai ...
0 / 0
Voltolino em 15/08/2011 22:56
Cara, muito legal! Grannnnnde Roger.
0 / 0
xupisco em 15/08/2011 21:27
edi_rpg disse:
Quem que entrevistou o Roger?!
E editou o post?!

Concordo em aspectos e outros não, mas sobre os games de guerra e etc. Tenho que concordar, mesmo eu não gostando. Só que nem todo mundo consegue fazer esta diferença entre realidade e ficção.

A entrevista foi pela internet, pq?
0 / 0
Édi_rpg em 15/08/2011 20:47
Quem que entrevistou o Roger?!
E editou o post?!

Concordo em aspectos e outros não, mas sobre os games de guerra e etc. Tenho que concordar, mesmo eu não gostando. Só que nem todo mundo consegue fazer esta diferença entre realidade e ficção.
0 / 0
Michel Arouca em 15/08/2011 18:54
Graaaaande Roger
0 / 0
IV em 15/08/2011 18:52
legal, gostei!
e concordo com ele:
""""Roger - Não vejo nenhum problema. Adeptos de teorias de conspiração acham até que é assim que se treinam os futuros soldados, ou bandidos, mas jogo é uma coisa, realidade é outra...""""
xD
1
Faça login ou cadastre-se
Envie seu comentário
Top Games
Estamos no Facebook