Ladrões queriam US$ 80 mil por game falso

Enviado por: Redação gameLib
02/05/2012 18:22:39 1 / 0

A nova mania de arrecadar fundos para desenvolver jogos de videogame é o serviço Kickstarter, que permite aos usuários doar quantias em dinheiro para projetos que mereçam credibilidade; normalmente, os autores desses projetos têm larga experiência no mercado de jogos comprovada por títulos de sucesso, caso do lendário Tim Schafer, que arrecadou pelo serviço mais de 3 milhões de dólares em doações para sua produtora, a Double Fine.

Só que essa onda também abre brechas para oportunistas tentarem a sorte. O caso mais relevante foi o de ladrões que se passaram por produtores de jogos e fundaram uma empresa chamada Little Monster Productions, cadastrando no Kickstarter um projeto de game batizado de Mythic: The Story of Gods.

Tela de Mythic: The Story of Gods, disponível na página de doações.

Os falsos produtores juravam de pés juntos que já tinham prestado serviços para a gigante Activision e pediam 80 mil dólares em doações para financiar o tal game.

Se fosse real, o jogo deveria se parecer com World of Warcraft, mas com gráficos tão bons ou melhores do que os de Skyrim, segundo a página de doações. Além disso, as animações contariam com tecnologia dos estúdios da Pixar.

Como num "golpe de mestre", os bandidos tiraram fotos de uma produtora que já existia para apresentar aos doadores como seria a Little Monster Productions e roubaram trabalhos artísticos para servir de concept art para Mythic: The Story of Gods.

Até ser desmascarado, o projeto acumulou na conta quase 5 mil dólares, vindos de 83 doadores. O Kickstarter retirou do ar a empresa fictícia e apagou a conta do projeto mentiroso.

Em defesa, a Little Monster Productions disse em sua página que as peças apresentadas como arte não foram roubadas e que o jogo estava mesmo em desenvolvimento.

Artes roubadas convenciam (clique na imagem para ampliá-la).

A página cancelada do projeto no Kickstarter ainda pode ser vista por meio deste link. A página oficial do game, que permaneceu um bom tempo no ar mesmo após as acusações, aparece agora como "não encontrada".

Puxando a corda, o recordista

O jogo da empresa recordista em arrecadações, Double Fine, será do estilo Point and Click, encabeçado por Tim Schafer, famoso por produções como Day of the Tentacle, Full Throttle e The Secret of Monkey Island, além de Grim Fandango; com desenvolvimento previsto inicialmente para PC, arrecadou no Kickstarter a meta de 400 mil dólares em menos de dez horas, o que fez de seu estúdio um fenômeno em captação de doações pelo serviço.

Com esse volume impressionante de arrecadações, o estúdio já planeja o lançamento do game para várias plataformas, além de um documentário sobre os bastidores, tradução para diversos idiomas e, é claro, melhorias no projeto em si.

A ação ficou aberta no site de doações até o dia 13 de março e não fixava quantias astronômicas para quem quisesse colaborar ganhando alguma coisa em troca: com 15 dólares de contribuição já era possível garantir acesso exclusivo à versão beta do jogo no Steam, assistir a uma série de vídeos e ingressar numa comunidade privada de discussões sobre o título.

Mas interessante mesmo eram os prêmios oferecidos a quem doava grandes quantias, como, por exemplo, tornar-se um personagem do jogo por 50 mil dólares ou participar de um jantar com o designer e sua equipe por 15 mil dólares.

Quem quisesse também podia fazer uma contribuição simbólica a partir de 1 dólar.

Estúdio Double Fine, de Tim Schafer, virou fenômeno no Kickstarter.

BETA
Comente pelo facebook
Último está em cima - alterar?
O que já falaram
0 / 0
Renato12 em 03/05/2012 15:18
Que sacanagem... e pelo visto eles ficaram com o dinheiro.
0 / 0
MrGame em 02/05/2012 22:29
Me lembrou aqueles virais do Facebook.
1
Faça login ou cadastre-se
Envie seu comentário
Leia também
25/07/2014 19:08:37 0 / 0
25/07/2014 15:39:30 0 / 0
24/07/2014 18:09:12 0 / 0
Top Games
Estamos no Facebook
Quem já curtiu isso