Veja quais são os jogos on-line mais hackeados

Enviado por: Redação gameLib
13/10/2016 16:13:12 0 / 0

Muitos jogos adorados pelo público infantil e adolescente são também aqueles sistematicamente visados por hackers. Os cibercriminosos enxergam nos games a possibilidade perfeita de aplicar golpes que se propagam muito rápido e de forma automática, por meio de aplicativos que fingem ser os apps originais ou versões gratuitas de jogos pagos, falsas recompensas para pontos, vidas e prêmios. Pensando nisso, a empresa de segurança e performance mobile PSafe fez uma lista com os dez jogos mais atacados, aqueles que estão entre os títulos com o maior número de malwares e downloads fakes bloqueados.

Ao final da matéria, você confere também uma série de dicas para proteger a si mesmo ou seus filhos na hora de baixar esses games.


Os 10 jogos on-line mais atacados


Dicas importantes antes de jogar

Verifique a reputação do app
Ler os comentários, a reputação, os artigos e as avaliações sobre o aplicativo antes de baixar é fundamental para conhecer a marca e a procedência do programa.

Baixe apps de fontes confiáveis
Fontes confiáveis e lojas de fabricantes são sempre a melhor opção, pois os apps são verificados antes de serem disponibilizados para download.

Leia as permissões
Todos os aplicativos possuem permissões, mas observe se um aplicativo simples precisa ter acesso aos seus contatos, por exemplo.

Não modifique o sistema operacional
Ao realizar root (estratégia que possibilita acesso a recursos do Android que por padrão são bloqueados), o sistema fica mais vulnerável e, se algum malware infectar o dispositivo, ele terá mais controle sobre o celular como um todo. Além disso, ao realizar o procedimento em dispositivos, o aparelho perde automaticamente a garantia do fabricante.

Instale um antivírus
O Android é um dos sistemas mais visados por hackers e, por isso, mais suscetível a vírus. Pensando nisso, empresas de segurança oferecem soluções gratuitas de antivírus mobile, como, por exemplo, O PSafe TOTAL. O app da PSafe possui um sistema criterioso de avaliação de segurança e um laboratório de pesquisa de malware ativo, que emite um alerta caso o usuário esteja fazendo uma instalação duvidosa ou tente abrir um link malicioso.

Bluetooth off
Manter o bluetooth desligado enquanto não utiliza, evita que ele seja utilizado para transferência de vírus. Além disso, nunca aceite arquivos enviados de smartphones desconhecidos. Altere a identificação e senha padrão, que vem configurado no aparelho.

Tenha cautela
Além de seguir as dicas básicas de segurança, é importante monitorar o uso do celular enquanto a criança utiliza o aparelho. Nos primeiros contatos com o meio virtual, conversas e orientações são muito mais eficientes que proibições.

VEJA TAMBÉM:

>>> Usa Wi-Fi o tempo todo? Então, proteja seu celular!

>>> [Pokémon Go] Dicas para encontrar redes Wi-Fi grátis

BETA
Comente pelo facebook
Clique aqui para comentar pelo sistema do gameLib
Top Games
Estamos no Facebook