Super Smash Bros., PlayStation Battle Royale e Nintendismo

Por: sergio sampa
PlayStation All-Star Battle Royale | 04/05/2012 15:20:31 0 / 0

Gamers "istas" sempre irão existir. Não dá para saber qual é pior, mas, os Nintendistas estão lutando pelo primeiro lugar. E não estou falando daqueles gamers que curtem a Nintendo e também jogam em consoles de outras empresas.

Estou falando daqueles que louvam apenas os consoles da Big N, têm uma altar em casa para adorar Shigeru Miyamoto e sacrificam action figures do Kratos em rituais nintendistas.

Para esses fervorosos "istas", tudo o que Miyamoto toca ou cria vira ouro, muito embora existam alguns boatos de que eles seriam apenas garotos-propaganda (garotos?) da empresa. Verdade ou não, a Nintendo não é tão milagrosa quanto dizem.

O mais novo alvo de ataque dos nintendistas é acusar a Sony de um plágio imperdoável: descaradamente copiar o inovador Super Smash Bros. em seu novo game "PlayStation All-Star Battle Royale". Afinal, Super Smash Bros. (SSB) é um jogo totalmente criado do zero, com conceitos nunca antes vistos...

Mas, será verdade isso? Vamos ver... qual a ideia principal de SSB? É reunir grandes personagens de uma empresa de games num jogo de luta. Isso me faz querer ver esse curto vídeo abaixo:

Isso mesmo, em 1994 a mesma ideia já tinha sido executada pela SNK em The King of Fighters '94 que, aliás, foi um sucesso e garantiu sequências anuais ininterruptas até 2003.

Então, chega um nintendista chato e diz: "Mas o glorioso SSB é diferente porque tinha plataformas, não era um jogo de luta plano".

Aí é que você se engana, meu caro cabeça de goomba. Ainda em 1994, um game de arcade foi lançado pela Namco com essa premissa, chamado Outfoxies:

E somente em 1999, cinco anos depois, Super Smash Bros. viu a luz do dia:

Aí eu pergunto: "Onde está o seu deus Miyamoto agora, nintendista?".

Só não me entenda mal. Não estou querendo dizer que PlayStation All-Star Battle Royale (PABR) seja melhor ou inovador. Só estou mostrando que SSB não é tão único como dizem.

O game veio numa época em que os donos de Nintendo 64 estavam órfãos de jogos de luta, pois muitos eram em 2D e o console não era muito bom nesse tipo de jogo. Os 3D eram exclusivos do Sega Saturn ou PlayStation 1 e os gamers tinham que se contentar com pérolas como Fighters Destiny ou Deadly Arts.

Assim que PABR foi anunciado, os nintendistas inundaram o Twitter e o Facebook com posts de ódio e repulsa à Sony, parecendo que essa foi a primeira vez que SSB foi copiado. E não é bem assim. Clones de SSB existem há tempos, mas, por que só dessa vez os nintendistas resolveram se manifestar? É medo de PABR dar certo? Ou é somente aquele "mimimi ista" que sempre acontece quando uma empresa fabricante de games copia outra?

Vou listar alguns outros games que copiavam o "inovador" SSB:

Digimon Rumble Arena

Lançado na geração 32-bit para PlayStation 1, o game foi feito pela Bandai e, seguindo o estilo SSB, trazia os personagens das três primeiras temporadas de Digimon. A maior diferença era que o game permitia somente batalhas de 1 contra 1, mas o sistema de planos e "plataformas voadoras" nos cenários estava lá.

Uma continuação foi lançada para PlayStation 2 e Gamecube, Digimon Rumble Arena 2. Nesse game, as lutas podiam ser até entre 3 jogadores e as fases tinham plataformas móveis.

Rag Doll Kung Fu

Em 2009, Rag Doll Kung Fu saiu na PS Store. Segue o estilo SSB, mas, traz personagens exclusivos da própria franquia, baseados em personagens de filme de Kung Fu (e ninjas!). Porém, não são humanos, são bonecos de plástico ou action figures, e você habilita cada um deles. Os bonecos vêm na embalagem de plástico, como se fossem brinquedos, e você pode rotacioná-los no modo galeria.

Os controles eram diferentes do convencional, pois se baseavam nos movimentos do Sixaxis e era necessário chacoalhá-los ou rodá-los para imitar os movimentos de um lutador de artes marciais.

Uma ação promocional da Sony liberou esse game gratuitamente por alguns dias, foi quando eu o baixei!

O game é divertido, porém, não fez muito sucesso. Jogos que utilizam o Sixaxis como base nem sempre se dão bem...

Battle Stadium  D.O.N.

Reunindo personagens das três séries de mangá/anime do Japão: Dragon Ball, One Piece e Naruto, DON foi lançado para PS2 em 2006. A jogabilidade estilo SSB era vista nos cenários com as plataformas voadoras e, às vezes, as telas se moviam para os lados e para cima, causando dano a quem "perdesse o chão". 

Os personagens de Dragon Ball Z  eram visivelmente mais fortes que os outros por possuírem aquelas magias de raio laser na tela e pela supervelocidade. Na sequência vinham os de Naruto por utilizarem seus ninjutsus. E quem era do One Piece apanhava feito condenado por ter as técnicas mais simples.

Foi um bom game, porém, não teve continuação.

Dream Mix World TV Fighters

Esse é um game que funciona como se fosse um programa de TV matinal em que famosos desenhos, brinquedos e personagens de videogame se encontram para se enfrentar. A seleção de personagens é bem bizarra, entre eles temos o Optimus Prime, de Transformers; Simon Belmont, de Castlevania, Bomberman, de... Bomberman; Lica-chan, a Barbie japonesa; e até mesmo Solid Snake, de Metal Gear Solid, e a lista não termina aí!

O game é bem semelhante a SSB e até os modos são parecidos. É um game divertido, com uma boa jogabilidade, personagens e cenários interessantes, mas ficou restrito ao mercado japonês, o que é uma pena.

TMNT Smash-Up

Totalmente inesperado, esse game foi lançado em 2009 para PS2 e Wii, trazendo a galera de Teenage Mutant Ninja Turtles, vulgo As Tartarugas Ninjas. Ele misturava elementos do antigo quadrinho, e dos dois desenhos animados, o antigo e o mais recente.

A jogabilidade não era ruim, os modos de luta eram interessantes e no modo arcade você também passava por testes e fases de bônus, tal qual SSB. Havia algumas coisas bizarras como uma April O'Neil lutadora. Eu sempre achei que ela fosse uma repórter indefesa!

Para não dizer que o game não é um crossover, ele tem a participação de um Rabbid da série Rayman e um Mestre Splinter versão Rabbid também, mas somente na versão Wii. Talvez, o maior problema de Smash-Up foi não ter dado suporte ao PS3 e Xbox 360; ele poderia ter saído com gráficos melhores e ter em sua maioria gamers que conhecem a série TMNT desde o antigo desenho de 1987.

Cartoon Network Punch Time

Lançado em 2011 para 3DS e em 2012 para PS3, Wii e Xbox 360, esse game é muito ruim. Tem os personagens dos vários desenhos do canal Cartoon Network, como Ben 10, As Meninas Superpoderosas e Johnny Bravo; e conta com a participação especial de Capitão Planeta e sua versão maligna (vai Planeta!).

A jogabilidade não é nem um pouco agradável, pois, não é precisa. Após as críticas da versão 3DS, todos esperavam que as versões para console de mesa fossem se sair melhor porque foram lançadas meses depois. Para variar, nada mudou e não compensa jogar um jogo como esse.

O Cartoon Network apostou também na paródia. Seus personagens fazem referências a outros desenhos. Mandy, de Billy & Mandy, por exemplo, ao usar seu golpe secreto especial, muda de forma e parece um "Super Saiyajin".

De qualquer forma, fique longe desse game! Os ótimos desenhos do Cartoon Network não mereciam um castigo desses. Nem você!

Finalizando

Existem outros games que têm esse mesmo estilo, ou são variações, como Power Stone 1 e 2, Sonic Battle, Onimusha Blade Warriors (esse era idêntico), etc.

Como eu mostrei, clones de SSB existem aos montes, e faz tempo. Não dá para entender essas reclamações e "mimimis" dos nintendistas. Eles estão atrasados, deveriam ter começado a reclamar há mais de dez anos, e não só agora.

Dificilmente um game vai superar a fama de Smash Bros., então, do que eles estão reclamando? Esses nintendistas têm Wii e, desde 2008, jogam Smash Bros. Brawl incansavelmente... Isso já não basta? Para que reclamar da concorrência que eles nem contato devem ter?

Se você for um desses nintendistas haters, vai jogar 3DS, vai dormir ou acabar Pokémon Blue pela 52ª vez, mas, não diga besteiras! E não critique quando não tiver argumentos válidos!

BETA
Comente pelo facebook
Último está em cima - alterar?
O que já falaram
0 / 0
czmauricio20 em 10/05/2012 19:55
eu sou nintendista mas nao to nem ai pra essa historia de plagio aê, to ate animado pro playstation royale
0 / 0
sergio sampa em 10/05/2012 03:24
xxxdevilxxx disse:
Dream Mix World TV Fighters é para que video-game gamelib?
PS2... é um jogo japones
0 / 0
xxxdevilxxx em 04/05/2012 19:18
Dream Mix World TV Fighters é para que video-game gamelib?
0 / 0
MrGame em 04/05/2012 16:34
Suprema matéria! E é impressionante a quantidade de jogos desse jeito.
1
Faça login ou cadastre-se
Envie seu comentário
Leia também
PlayStation All-Star Battle Royale | Playstation Vita | 07/11/2012 12:08:44 #PlayStation All-Star Battle Royale 0 / 0
PlayStation All-Star Battle Royale | Playstation 3 | Playstation Vita | 23/10/2012 13:24:34 0 / 0
Ficha técnica
Gênero:
Luta
Lançamento:
20/11/2012
Desenvolvedor:
SuperBot Entertainment
Distribuidor:
Sony
Plataforma(s):
PS VitaPS3
Lute com as maiores celebridades da Sony!
n/d
n/d
Estamos no Facebook